DIRETORA TÉCNICA MÉDICA:
DRA.MARIUTZKA ZADINELLO
CREMESC 9562 RQE 12418

Dermatologia e Gravidez


           Dermatologia e Gravidez

Dra. Luciana Moratelli - Dermatologista

Especialista em Dermatologia pela Soc. Bras. Dermatologia

CREMESC 10714 RQE 7099

 

Durante a gravidez, a mulher passa por modificações físicas e hormonais que determinam alterações em todo o corpo, incluindo a pele. Ocorre uma verdadeira “explosão de hormônios”. Alguns hormônios como a progesterona e o estrogênio  se encontram bem aumentados e acabam influenciando outros hormônios, que regulam a produção de melanina (que dá cor à pele) e a produção de colágeno (que mantém a firmeza da pele).

Os hormônios da gestação são responsáveis por alterações na pele da gestante, geralmente de caráter temporário. Algumas destas alterações são esperadas (e consideradas normais durante este período) e são chamadas fisiológicas. Porém, algumas modificações podem ser patológicas e deverão então ser diagnosticadas pelo Dermatologista e acompanhadas com cautela.

As alterações fisiológicas da pele podem causar um certo desconforto nas futuras mamães, em termos estéticos. Portanto, é bem importante receber orientações e informações sobre estas mudanças e os possíveis tratamentos que podem ser realizados sem risco ao bebê durante a gravidez e lactação.

As alterações de pigmentação são as mais frequentes e podem se apresentar de diversas formas e em várias localizações do corpo. O melasma, também conhecido como “máscara gravídica” é bastante comum nas gestantes (70% dos casos) e atinge geralmente a região da face. São manchas escuras ou acastanhadas que surgem nas maçãs do rosto, testa, nariz e em região superior do lábio  (“buço”), mas também pode ocorrer nos braços e no colo. Não existe uma causa definida, mas se sabe que o fator desencadeante é a exposição à luz ultravioleta e também à luz visível (de lâmpadas). A predisposição genética e o histórico familiar possuem uma certa influência no surgimento do melasma. Esta alteração não é exclusiva da gravidez e pode também ocorrer em homens e naquelas mulheres que fazem uso de anticoncepcionais. O uso de filtros solares físicos e químicos é muito importante na sua prevenção. O fator de proteção solar (FPS) a ser utilizado por cada gestante pode variar conforme a tonalidade da sua pele, mas o FPS mínimo deve ser de 30. O ideal é que se use um filtro que proteja contra a radiação ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UBV) e também que o Dermatologista faça uma avaliação da pele e recomende o tipo de filtro solar (em forma de loção ou creme), bem como o fator de proteção para cada parte exposta do corpo. O tratamento do melasma durante a gestação fica um pouco restrito, pois poucos são os ácidos que podem ser utilizados durante este período. Peeling e microagulhamento com drug delivery podem ser realizados em alguns casos, mas sempre com a indicação precisa do especialista. O melhor mesmo é prevenir o aparecimento do melasma. Use e abuse de proteção solar durante a gravidez!

Ainda se tratando das alterações da pigmentação da pele, é importante mencionar a hiperpigmentação, ou seja, o escurecimento da pele (proveniente da estimulação da melanina durante a gravidez) que faz com que surjam manchas escuras distribuídas nos mamilos, aréolas, axilas, coxas e no períneo. A chamada “linha nigra” pode aparecer na chamada linha média abdominal (no meio da barriga da gestante), mas acaba desaparecendo no final da gravidez. Um aumento discreto na pigmentação da pele como um todo é habitualmente observada, mas se for exacerbada deve ser investigada, pois pode estar relacionada com um desequilíbrio da tireoide.

Alterações vasculares, ou seja, nos vasos sanguíneos, também são comuns durante a gravidez e também podem ser resultado da ação hormonal. As artérias e veias se dilatam, proliferam e acabam gerando as chamadas “aranhas vasculares” que nada mais são do que aqueles pequenos “vasinhos” que costumam aparecer no rosto, pescoço e braços, entre o segundo e o quinto mês e podem desaparecer até o terceiro mês pós parto.

As varizes também são comuns nas grávidas devido à ação hormonal e consequente dilatação das veias, mas também porque o útero vai aumentando de tamanho e vai causando uma maior compressão das veias do abdome, da região pélvica e da veia cava inferior (responsável por drenar o sangue proveniente dos membros inferiores e da cavidade abdominal), criando assim obstáculos durante a subida do sangue para o coração. Isto aumenta a pressão do sangue nas veias das pernas e faz surgir as temidas varizes. Além disso, o peso da barriga e do bebê também influenciam no seu desenvolvimento. As medidas que devem ser tomadas para evitar, ou tentar melhorar aqueles sintomas de peso nas pernas e dor são: elevar as pernas sempre que possível; fazer drenagem linfática periodicamente; usar meias elásticas de compressão e praticar exercícios físicos. Sempre converse com seu Obstetra sobre as alterações que você está notando que estão ocorrendo e tire todas as suas dúvidas. Se for necessário uma avaliação com um Angiologista (naqueles casos em que as varizes estão incomodando muito), siga as suas orientações, inclusive sobre o grau de compressão que a meia elástica deve ter.

As alterações hormonais, imunológicas e de metabolismo que ocorrem durante a gestação, influenciam diretamente a pele da gestante. Neste primeiro texto informativo sobre Dermatologia e Gravidez, foram abordados alguns aspectos chamados fisiológicos e portanto comuns durante este período. O Dermatologista deve ser consultado quando surgirem dúvidas sobre o aparecimento de alterações na pele e anexos, quer seja para tentar diminuir algum desconforto (por mais estético que ele seja) quer seja para diagnosticar, tratar ou acompanhar esta paciente, no caso de alterações que não sejam esperadas durante este período.

É importante salientar que a gestante deve sempre comunicar seu Obstetra sobre o surgimento de algo diferente, e é interessante que possa também ser acompanhada por outros profissionais de saúde que atuarão na prevenção de algumas alterações, como por exemplo as varizes, onde o papel do massoterapeuta e do educador físico, são fundamentais.  Fora isso, aproveite sua gravidez, pois é uma fase em que a mulher fica com uma felicidade imensa que reflete a sua beleza!